Melhores filmes e séries de 2018

Esta lista é bem pessoal (e atrasada). Tem produções recentes e também mais antigas. Foram obras que me marcaram ou provocaram grandes reflexões, e, agora, compartilho com vocês ;).

melhores-filmes-séries-2018

Sonhos

Akira Kurosawa foi um dos mais aclamados cineastas do século XX. No final da vida, em 1990, ele dirigiu um filme que seria diferente de toda sua obra cinematográfica. Sonhos, como o próprio título sugere, teve seu roteiro baseado nos próprios sonhos de Kurosawa. O filme é composto por oito histórias independentes, como sonhos de infância e da vida adulta.

 

The square – A arte da discórdia

Este é um filme sueco, indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2018. É um filme que nos faz refletir sobre a questão da arte contemporânea e também sobre como os europeus lidam com os imigrantes. O ambiente do mundo da arte é exibido sem sacralidade e com grande sarcasmo. O espectador nunca mais verá uma exposição (principalmente de arte contemporânea) da mesma maneira.

A sociedade literária e a torta de casca de batata

A Netflix produziu este filme baseado em um livro de uma autora estreante de 70 anos, Mary Ann Shafer, que escreveu a obra com a ajuda da sobrinha Annie Barrows. A sociedade literária e a torta de casca de batata é um filme simples e romântico, indicado para quem gosta de livros, além de mostrar as consequências da Segunda Guerra Mundial na vida de pessoas comuns.

Lady Bird

A estreia da atriz Greta Gerwig na direção resulta num filme delicado e intenso sobre a adolescência e a complicada relação entre mães e filhas. Lady Bird recebeu indicações ao Oscar nas categorias melhor filme, melhor direção, melhor roteiro, melhor atriz (Saoirse Ronan) e melhor atriz coadjuvante (Laurie Metcalf). Aliás, recomendo vários filmes com Greta Gerwig: Frances Ha, Mistress America.

 

Bandersnatch

É o primeiro filme interativo produzido pela Netflix, dentro da séria Blackmirror, que explora a influência da tecnologia na vida das pessoas. Um jovem da década de 80 é contratado por uma grande empresa para produzir seu próprio videogame. A produção intensa o força a lidar com problemas psicológicos causados pela morte da mãe. O espectador deve escolher as ações que o personagem irá tomar, alterando o curso do filme. Há cinco finais alternativos, e tem gente que já mapeou cada um.

 

Unbreakable Kimmy Schmidt

Unbreakable Kimmy Schmidt é uma das séries mais loucas e divertidas da Netflix. A série foi idealizada pela humorista Tina Fey e não é um tipo de humor que vai agradar a todas as pessoas. A personagem principal é interpretada pela excelente atriz Ellie Kemper. Infelizmente, no dia 25 de janeiro, estreia a última temporada.

 

Com amor, Van Gogh

É um dos filmes mais belos que já vi! O personagem principal, Armand Roulin (que realmente existiu – foi vizinho do pintor) viaja para o interior da França em busca de respostas para o suicídio de Van Gogh. O filme todo foi pintado a óleo por cerca de cem artistas do mundo todo, com base nas obras de Van Gogh. O visual é incrivelmente bonito, uma obra de arte.

Sete filmes sobre arte

Esta lista com filmes sobre arte é uma escolha pessoal. Talvez haja filmes melhores, ou que retratem com mais precisão a vida de determinados artistas, mas estes filmes são os que mais me marcaram!

Amor e inocência

Este filme de ficção é baseado na vida real da escritora Jane Austen. Durante a juventude, Austen conheceu o jovem Tom Lefroy e os dois se apaixonaram. Porém a família do rapaz não concordou com o casamento, pois Jane pertencia a uma família sem posses. Anne Hathaway está muito bem no papel de Jane, e mesmo que saibamos o final da história, não há como não se emocionar.

Hitchcock

filmes sobre arte e artistas

O cineasta Alfred Hitchcock dirigiu clássicos como “Psicose” e “Os pássaros”

O cineasta Alfred Hitchcock, considerado o mestre do suspense, dirigiu clássicos do cinema como Janela indiscreta e Os Pássaros. Mas o sucesso dos filmes de Hitchcock não é apenas mérito do diretor. Alma Reville, sua esposa, que era roteirista e editora, também trabalhou com o marido e o ajudou na carreira.

No filme Hitchcock, o diretor  entra em crise conjugal com Alma durante as filmagens do clássico Psicose. A roteirista decide começar um novo trabalho com um amigo, e as gravações de Psicose enfrentam problemas. Um filme para os fãs de Alfred Hitchcock e também para conhecer um pouco mais de Alma.

Pollock

filmes sobre arte e artistas

“Convergence”, uma das obras mais famosas de Jackson Pollock

Jackson Pollock foi um dos grandes artistas do século XX. Ele criou uma revolucionária técnica de pintura e pintou belíssimas obras abstratas. O ator Ed Harris, além de dirigir o filme, também faz o papel de Pollock. O filme retrata o início da carreira do pintor, sua ascensão e os problemas com o álcool. A vida intensa de Pollock é amenizada pela sua arte e as cenas que recriam o processo criativo incomum do gênio das artes.

No amor e na guerra

O escritor americano Ernest Hemingway dirigiu ambulâncias durante a Primeira Guerra Mundial, o que acabou resultando em um ferimento por estilhaços de bomba enquanto estava na Itália. No hospital, ele conheceu a enfermeira Agnes von Kurowsky. Com apenas 18 anos, o escritor se apaixonou por Agnes. O primeiro amor de Hemingway marcou o escritor, que se inspirou na enfermeira para escrever Adeus às armas.

Lixo extraordinário

filmes sobre arte
Durante dois anos, o artista plástico brasileiro Vik Muniz acompanhou o cotidiano dos trabalhadores do Jardim Gramacho, um dos maiores aterros sanitários do mundo. Muniz recriou obras de arte, utilizando material reciclável e com os trabalhadores do Gramacho posando como modelos. A diretora Lucy Walker acompanhou o processo criativo do artista, que resultou no documentário Lixo extraordinário. O filme foi indicado ao Oscar em 2011.

Gala

Elena Gala foi a mulher e “descobridora” do talento do artista Salvador Dalí. Além de musa inspiradora, Gala foi uma agitadora cultural na Paris de 1920. Antes de se casar com o artista, ela foi casada com o poeta Paul Éluard. O documentário Gala retrata a influência que ela exerceu na arte de Dalí e é imperdível por mostrar os bastidores do mundo da arte.

 

Jane Austen: Behind Closed Doors

A historiadora Lucy Worsley visitou as várias residências da vida de Jane Austen, que inspiraram romances como Emma e Orgulho e preconceito. O documentário foi produzido pela BBC de Londres em 2017.