1984, clássico de George Orwell, está na lista dos mais vendidos

1984 clássico de george orwell entre os livros mais vendidos

George Orwell foi autor de clássicos como “1984” e “A revolução dos bichos”

 

O site Publishnews divulga semanalmente a lista dos livros mais vendidos no Brasil. Na categoria ficção, me surpreendi com a presença do livro “1984”, do escritor George Orwell (1903-1950), publicado em 1949. Li este livro faz muitos anos, um exemplar emprestado da Biblioteca Pública de Santa Catarina. A obra-prima de George Orwell vendeu milhões de cópias no mundo todo.

Em 1984, um estado totalitário governa o continente fictício da Oceânia. A figura central deste governo é o “Grande Irmão” – o Big Brother (será que a proximidade do BBB 17 fez as vendas aumentarem?). O grande ditador foi baseado na figura de Joseph Stalin, líder da União Soviética.

Para que o governo do Grande Irmão possa se perpetuar no poder, o governo reescreve a história para que todos os acontecimentos estejam de acordo com a linha do partido. O personagem principal, Winston Smith, trabalha no Ministério da Verdade, reescrevendo documentos históricos e notícias de jornal. Todos os cidadãos são monitorados o tempo todo por meio das teletelas, câmeras instaladas nas casas e lugares públicos.

Relacionamentos amorosos são proibidos, mas Winston burla a regra ao se relacionar com Julia. Influenciado pela namorada, Winston tenta se rebelar contra o governo totalitário, mas é pego e brutalmente torturado.

O mundo orwelliano

A influência de “1984” foi tamanha que vários conceitos do livro se popularizaram, como o duplipensar  – a capacidade de manter duas ideias contraditórias na mente ao mesmo tempo, mas continuar acreditando em ambas. A novilíngua é um idioma fictício deste estado totalitário, criado para diminuir a capacidade de raciocínio, modificando as palavras já existentes.

Vivemos hoje na realidade de 1984. As câmeras de vigilância nos seguem a todo momento, junto com as câmeras de celulares e computadores. Nós mesmos alimentamos a vigilância com postagens nas redes sociais. O termo orwelliano começou a ser usado para designar ações totalitárias. E o Grande Irmão ganhou sobrevida com os reality shows.

Outros livros de George Orwell que valem a pena ler são “A revolução dos bichos”, uma sátira à forma de governo stalinista; e “Na pior em Paris e Londres”, um relato sobre os anos em que Orwell trabalhou em subempregos em Paris e Londres.

P.S 1: George Orweel escreveu uma carta em 1944 em que fala sobre governos autoritários e a possibilidade de existirem nos Estados Unidos e na Inglaterra.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s